Embolia Pulmonar

O que é embolia pulmonar? Embolia pulmonar é a obstrução de um ou mais vasos que suprem o pulmão com sangue. Habitualmente essas obstruções são causadas por trombos (coágulos de sangue) que se formam no organismo e se deslocam até o pulmão através da circulação sanguínea (tromboembolismo pulmonar). Raramente, a obstrução é causada por bolhas de ar, pequenas gotículas de gordura, ou pedaços de um tumor que migram até o pulmão.

A maioria dos coágulos se forma nas pernas e na pelve, e a seguir falaremos o que aumenta o risco de apresentar trombose / embolia.


Embolia pulmonar


Por que esses coágulos são perigosos?

Caso um coágulo se forme ou fique preso ao interior de um vaso sanguíneo, pode ocorrer uma obstrução local, impedindo o sangue de fluir normalmente e chegar aonde deveria. Quando isso acontece nos pulmões, a região do pulmão que deveria receber esse sangue é danificada. A obstrução das artérias pulmonares pode causar falta de ar e poderá até levar à morte.


Quais são os sintomas da embolia pulmonar?

• Falta de ar, respiração ofegante, dificuldade respiratória • Dor torácica intensa em pontada / “facada” quando respirar fundo • Tosse, ou tosse com sangue • Aceleração dos batimentos cardíacos


Caso você apresente esses sintomas, deve procurar atendimento médico de urgência. No hospital, os médicos poderão avaliar e indicar, quando necessário, exames para diagnosticar a embolia pulmonar. A embolia pulmonar pode levar à morte. Por isso é importante agir rápido e buscar atendimento médico o quanto antes.

Quais fatores aumentam o risco de apresentar trombose / embolia pulmonar?

Aproximadamente 90% dos pacientes que apresentam trombose ou embolia apresentam um ou mais dos seguintes fatores de risco: • Imobilização por mais de 48 horas no último mês (fraturas e pacientes acamados, por exemplo); • Internação hospitalar ou cirurgia nos últimos 3 meses; • História de câncer ativo; • Infecção nos últimos 3 meses (especialmente se for preciso internação para tratamento). Entre outros fatores que aumentam o risco para trombose, podemos citar: • Uso de anticoncepcionais; • Viagens prolongadas / permanecer sentado por mais de 2 horas sem se movimentar; • Tabagismo; • Obesidade; • História pessoal ou familiar de trombose ou embolia prévias; • Doenças crônicas do fígado ou do rim.

* Quanto mais fatores de risco associados, maior a chance de apresentar trombose / embolia.

Como prevenir a embolia pulmonar?

Caso você necessite internação hospitalar, converse com seu médico sobre quais ações devem ser tomadas para prevenir a trombose / embolia. Habitualmente podem ser usados anticoagulantes preventivos e meias de compressão pneumática. Sempre que possível, caminhar ajuda a reduzir o risco. Evitar os fatores de risco citados acima como tabagismo, obesidade e outros também é essencial para reduzir o risco de trombose / embolia.


Em caso de viagem prolongada, algumas dicas podem ajudar: • Levantar-se e caminhar a cada duas horas; • Vestir roupas confortáveis que não sejam apertadas demais; • Flexionar e estender os tornozelos e joelhos frequentemente; • Evitar manter as pernas cruzadas; • Evitar medicações sedativas ou álcool, que possam reduzir sua capacidade de locomoção; • Considerar o uso de meias de compressão elástica.

#embolia #emboliapulmonar #TEP #trombosevenosa

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square